Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quimeras e Utopias

Quimeras e Utopias

A vulgarização da morte, do terror e da discriminação

O atirador de Orlando, o assassino que tirou a vida a mais de cinquenta pessoas, terá sido motivado pelo ódio gerado pela imagem de dois homens a beijarem-se frente a si e à sua família. Apesar do horrendo desta barbárie, não é de todo difícil encontrar comentários na net de apoio aos atos deste terrorista, mostrando que há fundamentalistas, pessoas intelectualmente inferiores/danificadas, em todo o lado, em todos os quadrantes, sejam essas pessoas religiosas ou não, muçulmanas ou não, católicas ou não, brancas ou negras, homens ou mulheres, jovens ou velhos.

 

Como é que uma imagem destas, para mim uma imagem de extrema beleza (pois tratando-se de amor, não o é sempre?), pode levar à morte, ao terror, ao querer acabar com as liberdades alheias, com o amor alheio, com a vida alheia?!

 

Two men kissing.jpg

(Fotografia de See-ming Lee)

7 comentários

Comentar post